Entender o conceito de concorrência perfeita é muito importante, visto que se trata de um assunto que influencia diferentes tipos de mercados e produtos. Saiba mais.

Qual o conceito de concorrência perfeita?

Antes de mais nada, é necessário que você entenda que a concorrência perfeita é um tipo de padrão ideal, porém inalcançável. E é exatamente devido a essa característica que ela não existe no mundo real.

Mas então, qual a importância da concorrência perfeita?

Embora não exista, isso não faz com que seja um conceito inútil. Isso porque a principal função da concorrência perfeita é ser um ponto de apoio, um tipo de padrão que se refere a uma situação perfeita de concorrência em um mercado.

Estrutura de uma concorrência perfeita

A concorrência perfeita existiria a partir da existência de diversas condições de mercado, dentre as principais podemos citar:

– Alta quantidade de vendedores em dada categoria

– Existência de produtos relativamente semelhantes

– Preços parecidos

– Alta quantidade de consumidores que queiram comprar um só tipo de produto

– Empresas saírem e entrarem determinado mercado de forma fácil

– Alta quantidade de informações acerca de produtos – o que facilitaria muito a tomada de decisões de consumidores de modo certeiro

Um pouco mais sobre as empresas concorrentes perfeitas

Bem, falando das empresas, esse conceito se aplica dessa forma: quanto mais sucesso de vendas ou mais competitiva uma empresa for, mais estará próxima da temática de concorrência perfeita. E isso acaba gerando uma equalização de preços.

Então, o que é a equalização de preços?

Trata-se do processo que empresas seguem em suas operações, visando trabalharem sempre com o mesmo valor. Isso ocorre por conta do risco da perda de competitividade caso decidam aumentar os seus valores.

Em um mercado que atua com uma concorrência perfeita, nenhum vendedor teria a capacidade de definir preços individualmente. Portanto, a definição de preços seria dada somente pela chamada lei de oferta e demanda.

Se você não conseguiu entender muito bem, pense nos grãos, arroz, milho, soja… Eles costumam possuir um preço bastante semelhante, além disso tem uma demanda grande e constante. Por isso, acabam sendo um bom exemplo de algo que se aproxima da concorrência perfeita.

E por que a concorrência perfeita é importante

O conceito de concorrência perfeita é de extrema importância para a realização de análises de planejadores de finanças – principalmente quando se trata de empresas que estão adentrando o mercado recentemente e buscando boas condições.

Logo, além de conseguir auxiliar empresas nesse quesito, a concorrência perfeita também pode proporcionar o conhecimento de métricas relevantes para a área governamental e de políticas relacionadas à economia.

Juntamente a essas políticas econômicas podem ser citadas as legislações que são criadas a fim de evitar e controlar práticas e atividades ilegais dentro de mercados, na formação de monopólios. 

Isso acaba contribuindo também para a formação e desenvolvimento de um mercado mais justo e eficiente.

E para concluir

Bem, então percebe-se que o ato de buscar uma concorrência perfeita pode ser de grande auxílio para estruturar os mercados, possibilitando a chegada de empresas de forma mais fácil e permitindo uma estruturação mais eficiente e certeira.

É importante saber que esse tipo de concorrência costuma gerar mais lucros em curto prazo. A longo prazo, entretanto, os lucros são reduzidos e se tornam inexistentes para vendedores dessa realidade.

Além disso, a concorrência perfeita é uma ferramenta que incentiva a inovação e a mobilidade de mercado. Isso acontece porque quando dada empresa começa a possibilitar lucros quase nulos, faz com que ela elabora uma regulação de produtividade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui