PIB (Produto Interno Bruto)  termômetro da economia, é a soma final de todos os bens e serviços produzidos pelo país, estado ou cidade durante um certo período.

O PIB e a economia

Tais bens e serviços finais que formam o PIB são avaliados através do preço cobrado ao consumidor e dos impostos cobrados sobre os produtos vendidos. Caso não haja produção nenhuma durante o período a ser avaliado, o PIB será nulo.

Pode-se avaliar o PIB de um determinado setor da economia, de uma cidade e/ou também por um tempo determinado, um mês, um trimestre de acordo com a necessidade.

Porque se diz que o PIB é medido da economia? Trata-se de uma reação em cadeia: se o PIB foi alto é porque a atividade econômica foi grande, ou seja, o consumo aumentou; se o consumo aumentou, as vendas aumentaram e os investimentos também aumentaram…

Como calcular o PIB

Para calcular o PIB utilizam-se dados fornecidos pelo IBGE e de outras fontes, que são compostas por:

– Balanço de pagamentos (Banco Central)

-Declaração de Informações Econômico-Fiscais de Pessoa Jurídica – DIPJ (Secretaria da Receita Federal)

-Índice Nacional de Preços ao Produtor Amplo – IPA (FGV)

– Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA (IBGE)

– Produção Agrícola Municipal – PAM –(IBGE)

– Pesquisa Anual  de Comércio – PAC (IBGE)

– Pesquisa Anual de Serviços – PAS (IBGE)

– Pesquisa de Orçamentos Familiares – POF (IBGE)

– Pesquisa Industrial Anual – Empresa – PIA – Empresa (IBGE)

– Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física – PIM – PF (IBGE)

– Pesquisa Mensal de Comércio  – PMC (IBGE)

– Pesquisa Mensal de Serviços – PMS (IBGE)

O PIB pode ser calculado através da Ótica da Produção, que é a soma do valor de todos os produtos e serviços , ou seja,  todas as vendas realizadas para o consumidor final. Não entra nessa conta, os bens intermediários (a matéria-prima para produzir o produto).

Fala-se Produto Interno porque trata-se de todo produto produzido tanto por empresas locais como das multinacionais presentes no local avaliado. 

A Ótica da Renda também é uma forma de avaliar o PIB, que é a somatória de todas as rendas pagas durante o período analisado. Para isso, considera-se:

– Salários- renda do trabalho;

– Juros- renda do capital;

– Aluguéis – renda das instalações físicas;

– Lucro- renda sobre o processo de produção; 

– Impostos – renda do governo.

Porém, o PIB não é obtido apenas pela soma dos itens acima, devemos incluir os impostos indiretos e subsídios e a perda de valor dos ativos fixos (depreciação).

Importância do PIB

Calculando o PIB, analisa-se o crescimento econômico (se houve ou não) e possibilita fazer comparações sobre o tamanho da economia dos outros países, analisar o PIB per capita (divisão do PIB pelo número de habitantes), caso fosse dividido em partes iguais, saberíamos quanto caberia a cada habitante. 

Facilita a análise de quais setores da economia geraram mais renda. O PIB per capita é um indicador do padrão de vida.

Observa-se que, se um país possui um PIB alto, mas é muito populoso, o PIB per capita será baixo, o que não quer dizer que a população tenha uma má qualidade de vida.

PIB brasileiro

A economia brasileira, medida através do PIB, apresentou um crescimento de aproximadamente 1,8%, em um período que compreende de outubro a novembro do ano de 2021.

Foi possível observar que o consumo realizado por famílias e indivíduos apresentou um crescimento considerável.

O principal setor de destaque foi o setor de serviços. Isso pode ser explicado por conta do aumento da demanda de serviços em meio a pandemia de coronavírus.

Os dados mais recentes afirmam que o PIB brasileiro está em 1,44 trilhão de dólares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui