Basicamente, o socialismo de mercado refere-se a uma situação em que a política é socialista e a economia é capitalista. Mas, como isso acontece? Confira a seguir.

Para começo de conversa, se você quer entender mais sobre o socialismo de mercado é necessário ter um conhecimento prévio de modelos políticos. Então, começaremos pelos principais modelos de economias.

Começando pelos modelos econômicos

1 – Socialismo

O socialismo é um tipo de sistema político e de economia que teve ascensão no período compreendido entre o século XVIII e o século XIX. Basicamente, o princípio que rege esse modelo é a igualdade. 

Principais características do socialismo:

– divisão igualitária de bens entre toda a sociedade

– existência de um poder centralizado no Estado

– sem ideias de competição e lucratividade

– sem categorias de classe

Como funciona o socialismo

De acordo com os ideais do socialismo, o poder é centralizado unicamente no Estado. Com isso, a sociedade trabalharia em empresas estatais – que devem ser regulamentadas e alvo de fiscalizações pelo Estado.

2 – Capitalismo

Esse é o sistema econômico que se baseia na propriedade privada de meios de produção. Basicamente esse modelo está embasado na busca do lucro e do acúmulo de riquezas. 

Além disso, é o sistema seguido na maioria dos países do mundo.

Principais características do capitalismo

– controle privatizado de meios de produção

– conceito de propriedade privada relacionado a todas as coisas

– existência de categorias como classes sociais dividindo a população

– livre competitividade entre mercados, entre empresas etc.

– produtividade atrelada à geração constante de lucros

– liberdade de escolher 

Como funciona o capitalismo

De modo geral, o capitalismo divide-se em duas partes: uma parte é formada pelos chamados capitalistas e a outra parte é composta por proletários.

 Os capitalistas são donos de meios de produção e são responsáveis por gerar empregos para os proletários. Já os proletários, também conhecidos como trabalhadores, usam de sua força como moeda para capitalistas em troca de um salário.

O que é o socialismo de mercado?

Agora que você já conhece os principais modelos econômicos, conseguirá compreender melhor o conceito e funcionamento do socialismo de mercado.

O socialismo de mercado diz respeito aos diversos sistemas ou modelos econômicos onde uma parcela dos meios de produção é de posses públicas ou cooperativas e funcionam de maneira social.

É claro que há especificações do modelo, mas há tipos em que os lucros provenientes de empresas sociais podem ser utilizados para pagar salários de empregados ou podem ser acumulados em meio à sociedade.

As principais características do socialismo de mercado são:

– modelos pertencentes ao socialismo de mercado são autorregulados

– contrasta com políticas sociais provindas da democracia

– busca modificar padrões das propriedades 

Onde o socialismo de mercado pode ser observado?

Esse é um modelo de economia que é empregado na China, por exemplo. Lá, é baseado na existência de empresas estatais e na economia mercantil. Sua origem deu-se a partir da política de Deng Xiaoping – que designou o próprio modelo como um socialismo de características chinesas.

Mas, embora receba esse nome, ele é um modelo econômico considerado por muitos como um modelo de economia misto ou mesmo capitalista.

Fato é que após ser implementado na China, o socialismo de mercado teve como consequência se tornar um complemento da economia, além de ser responsável pelas altas das taxas de crescimento do Produto Interno Bruto, o PIB, durante essas últimas décadas.

Para finalizar, a principal diferença entre esse modelo e outras economias mistas do ocidente está na diferença de ideais. A China possui inspirações budistas, confucianas e taoístas, que estão muito evidentes na sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui