Você já ouviu falar de inteligência financeira? Ela está relacionada à capacidade de gerir os seus recursos financeiros,  possuindo uma renda passiva e poupando dinheiro.

Entender o conceito e aprender como desenvolver a inteligência financeira é muito importante para todas as pessoas. Quer saber mais sobre o tema e como colocá-lo em prática? Acompanhe esse artigo e fique por dentro de tudo.

Inteligência financeira: conceito

A inteligência financeira está relacionada a saber lidar com os seus recursos financeiros. Isso é, conhecer sobre as finanças e tomar as melhores decisões relacionadas ao seu uso. 

Na prática, é saber fazer um bom investimento, possuir uma reserva de emergência, evitar os gastos desnecessários e as dívidas e possuir uma poupança a fim de alcançar objetivos de curto e longo prazo.

E, ao contrário do que muitas pessoas imaginam, a inteligência financeira não é algo que pertence apenas a quem tem muito dinheiro. Ela pode e deve ser praticada por todas as pessoas interessadas em lidar melhor com as suas finanças.

Qual a sua importância?

Ter uma inteligência financeira te auxilia a alcançar os seus objetivos de forma eficiente. E isso será atingido a partir da boa gestão de seus recursos e das  decisões mais sábias tomadas.

Por exemplo, essa prática pode ajudar as pessoas que tem algum sonho ou plano, seja ele comprar uma casa, comprar ou trocar de veículo, realizar uma viagem, abrir um negócio, alcançar a independência financeira etc.

Além de tudo, desenvolvê-la pode ser de grande ajuda para a criação de novos e mais saudáveis hábitos, te dando a oportunidade de administrar melhor a sua renda e sua vida financeira.

Principais características

A inteligência financeira está diretamente ligada a 4 características, sendo elas:

1 – Alfabetização financeira: realizar a interpretação de números.

2 – Estratégia financeira: investir e conseguir lucrar com essa ação.

3 – Compreensão de mercado: saber identificar riscos e boas oportunidades.

4 – Compreensão de legislação: conhecer e atuar perante as leis.

Como desenvolver a inteligência financeira?

Se interessou pelo assunto, mas não sabe nem por onde começar a desenvolver a inteligência financeira? Logo abaixo deixaremos alguns passos para você atingir esse objetivo.

1 – Compreenda a sua vida financeira

O primeiro passo para desenvolver a inteligência financeira é conhecer bem a sua vida financeira, isso é: entender os valores da sua renda, quanto gasta com despesas fixas, quanto gasta com outros tipos de despesas e quais são as suas fontes de renda.

Isso pode ser feito através de uma organização de dados em uma planilha simples. O objetivo desse passo é entender para quais finalidades o seu dinheiro está sendo utilizado.

2 – Trace metas eficientemente

Depois de ter organizado os dados quantitativos da sua vida financeira, é hora de elaborar as suas metas. Nessa etapa, você estudará todas as suas metas e colocará cada uma no papel ou em uma planilha.

Elabore metas dentro do seu padrão de realidade e pesquise sobre valores necessários para atingi-las.

3 – Crie uma poupança e comece a investir

O recomendado na inteligência financeira é que você reserve uma parte de sua renda para realizar investimentos e gerar outra fonte de entrada de dinheiro. Então, se possível, retire essa parcela e reserve-a unicamente para essa finalidade.

A dica é: não se preocupe se o valor inicial for baixo, com o tempo e retorno dos primeiros investimentos, você conseguirá investir cada vez mais.

4 – Comece a estudar o mercado financeiro

Nessa arte é essencial que você estude o mercado de investimentos, conheça as características de cada alternativa, ativos, fundos e lucros possíveis. Assim, você terá maior embasamento na hora de investir e correrá menos riscos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui